sábado, 31 de dezembro de 2016

Ano Novo.

Não encontrei palavras para descrever o sentimento que nos consome quando o fim do ano chega. Tudo começa a passar em nossa mente como uma retrospectiva, não é? Um novo ciclo se inicia. Um ano novo se inicia. Vem o alivio, alivio por ter passado por mais um ano. Vem certo medo e curiosidade, o que está por vir? Logo aquele cansaço acumulado do ano anterior se torna uma justamente uma disposição, disposição e ansiedade para viver momentos novos, experiências novas.
Não se apegue ao ano anterior, viva esse novo ano, recomece. Não transforme suas metas em simples palavras, aproveite as oportunidades. Não fique decepcionado, às vezes as coisas que acontecem por um acaso são as melhores. Deixe pessoas partirem e deixe pessoas entrarem na sua vida. Que tal mudar aquela velha frase “ano novo, vida nova” para “ano novo, experiências novas” ou até mesmo “ano novo, lembranças novas” me parece melhor. Aproveite esse novo ciclo e exclua tudo o que te faz mal, tenha com você apenas coisas boas.
Permita-se sentir. Chore, ria, sorria. Ame. Se ame. Não se cobre demais. Seja feliz, VIVA.    
E lembre-se sempre de confiar e ter fé. Não se frustre se não sair como você planejou. Confie no senhor, entregue sua vida a ele, os sonhos e se os planos que Deus tem não forem iguais aos seus, é porque são melhores. Os planos dele são melhores que os nossos próprios planos.
“Muito são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor”
 - Provérbios 19:21
Nada que acontece com a gente é em vão.
Não precisa ser forte o tempo todo, apenas não desista de ser feliz, ok?  

Feliz Ano Novo.

Com amor, Brubs. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário