quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Vamos falar sobre: Saudade Infância

Sabe, eu pegando minhas fotos antigas para dar uma olhada, tive a sensação mais inesperada por mim, a sensação de surpresa, sim, surpresa. O tempo passa tão rápido e não percebemos.


Peguei várias fotos e espalhei, comecei da mais antiga para a mais recente. Vi-me brincando, crescendo, chorando, crescendo mais um pouco, vi pessoas, familiares que não estão mais aqui, cresci mais ainda, lembrei-me de vários momentos que na época com certeza não dei importância alguma, mas que se eu conseguisse viveria novamente, durante mil vezes para falar a verdade.
Nossa! Que saudade! Saudade de brincar, saudade da inocência, saudade de um tempo que sei que infelizmente não vou ter mais uma vez. Uma fase tão gostosa da vida que passa tão rápido, tão de repente.
Depois de ver todas as fotos, de me emocionar, olhei pra cima e agradeci, agradeci a Deus e ao mesmo tempo me desculpei. Por quê? Deve estar se perguntando, por qual motivo me desculpar? Por todas as vezes que reclamei. Que reclamei da vida que ele me concedeu. O Senhor vem estado comigo desde sempre, e eu serei eternamente grata.



Nenhum comentário:

Postar um comentário