quarta-feira, 27 de abril de 2016

Resenha - Lost Boys: O verdadeiro amor nunca morre

Hey

Lost Boys. Vou confessar que de inicio eu não dei nada para esse livro, não me chamou muita atenção, mas resolvi ler e comprovei que estava totalmente enganada, é apaixonante! 





Titulo: Lost Boys: O verdadeiro amor nunca morre.
Autora: Lilian Carmine
Nº de páginas: 459

Editora: Leya

Sinopse: Joey Gray acaba de se mudar para uma pequena e estranha cidade, e está se sentindo um pouco perdida. Até que ela encontra um garoto misterioso e encantador bem próximo de sua casa. Mas Joey mal suspeita que Tristan Halloway tenha um bom motivo para estar sempre vagando pelo cemitério da cidade... Perfeito para fãs de Stephenie Meyer e Lauren Kate, Lost Boys é uma história romântica e mágica entre uma garota e um fantasma. O destino os aproximou. Mas poderá também separara-los?

Bom, como dito na sinopse, o livro conta a história de Joey Gray e sim, é nome de garoto – inclusive isso é citado várias vezes no livro – mesmo ela sendo uma menina. Ela acabou de se mudar para Esperanza porque sua mãe recebeu uma promoção do trabalho. Tudo começou quando Joey oferece ajuda para uma velhinha (Dona Violeta) até o cemitério e depois de ajuda-la acabou se perdendo e resolveu pedir ajuda quando avistou Tristan.

“E foi então que eu o vi. Um garoto há apenas alguns metros de distância. E era bonito”.

Joey se apresentou pra Tristan que de início parecia estar meio assustado, mas eles começaram a conversar e Joey então passou a visitar Tristan sempre. Com o passar do tempo, ficaram cada vez mais próximos e acabaram se apegando um ao outro.

Na noite da virada do Ano Tristan convida Joey para passar com ele e ela decide ir, mas as coisas acabam ficando mais sérias e segredos são revelados. Joey descobre o segredo de Tristan sobre ser um fantasma e involuntariamente acaba lançando um feitiço sobre ele que o faz voltar a ser humano, descobre aí que tem sangue de bruxa.

"- É melhor sentir dor e estar vivo do que não sentir nada. - ele disse em voz baixa. - Estar morto é uma droga."

Como Joey lançou um feitiço eles acabam tendo um elo mágico e Tristan tem que entrar na escola nova de Joey junto com ela. Nesse tempo eles fazem vários amigos (sendo eles Seth, Josh, Harry, Sammy e Tiffany) e vivem várias coisas até que descobrem que um preço tem que ser pago por Tristan voltar a vida.

“Nem em um milhão de anos eu teria imaginado fazer parte de um grupo tão incrível de amigos.”

O que me chamou mais atenção no livro é que ele é um livro de romance sobrenatural que fugiu totalmente dos clichês! E não se focou apenas no romance, a amizade deles com o resto da turma, a ligação, eles formaram realmente uma família. Gostei muito dos personagens – me apaixonei por cada um para falar a verdade - Joey não é uma menina frágil, pelo contrário se demonstrou cada vez mais forte, Tristan me encantou cada vez mais, o personagem que mais evoluiu ao decorrer da história, sobre Seth, Josh, Harry  e Sammy  quero amigos assim, lindos, divertidos, companheiros... Tiffany mudou totalmente minha opinião sobre ela, me surpreendeu demais! 

                                     
“A vida é tão cheia de possibilidades”


Acho que a Autora só devia ter focado mais em algumas coisas, momentos de extrema importância não foram tão emocionantes quanto eu esperava, faltaram mais detalhes. É um livro grande e a história toda se passou em um ano.

Pelo o que andei pesquisando é uma trilogia. O primeiro: Lost boys - O amor nunca morre; O segundo The Lost Girl; E o terceiro é o Lost and Founds, porém o segundo e o terceiro não chegaram no Brasil ainda  ( e a autora é brasilera! O Nome verdadeiro dela é Bruna. Ela publicou o livro em inglês, uma historia louca) 


Esse foi o post de hoje, se já leu o livro ou se interessou deixe sua opinião aqui nos comentários. Beijo, até o próximo post 😘 

4 comentários:

  1. Eu não me apaixono por histórias sobrenaturais a muito tempo desde a série "Hush Hush", confesso que ela era mesmo clichê, mas Patch foi um dos personagens mais apaixonantes que eu já li, o que me fez devorar os quatros livros de uma vez só (super recomendo essa leitura). Sua resenha - que está ÓTIMA ♥ - me deixou honestamente com vontade de entrar nesse universo de novo, não sou fã de bruxas, mas quem sabe não curto esse? Espero que os próximos volumes saiam logo aqui no Brasil para você não morrer de ansiedade esperando por eles, disso eu entendo bem!
    Fiquei impressionada com essa curiosidade da autora ser brasileira e ter publicado um livro lá fora, que incrível!
    Mais uma vez sua resenha ficou ótima, eu amei!

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Dani, pesquisei sobre "hush hush" e me interessei bastante, já esta na minha lista! Fico muito feliz que tenha gostado, recomendo esse livro e segundo a autora escreveu em inglês para ser lida, espero sinceramente que a continuação venha logo para o Brasil! Estou muito ansiosa haha.

      Beijos,obrigada ❤️

      Excluir
  2. Oi nao sou muito de ler sobrenatural ainda mais pra adolescentes, mas me interecei e agora fiquei curiosa depois de sua resenha, autora brasileira? inacreditável!!! rsrs acredito que ela escreveu mesmo em inglês para ser 'lida' pois autores brasileiros nao são muito valorizados. Espero que publiquem logo os outros pra assim poder ler sem ter que esperar pelas continuações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana, fico muito feliz de ter despertado essa curiosidade sobre o livro haha, realmente me surpreendi quando vi que a autora era brasileira! Eu também espero que publiquem logo pois não aguento de tanta curiosidade!! Obrigada <3
      Beijos,
      Brubs

      Excluir